Notícias do Portal do Servidor

Notícia publicada em 07/05/2020 às 17:33

Hospital dos Servidores do Estado passa a ter atendimento exclusivo para a Covid-19

Arte: Gardênia Guedes/SAD

/image/journal/article?img_id=9368536&t=1588883931084

Diante da imperiosa necessidade de unir esforços no combate ao novo coronavírus, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Administração e do Instituto de Recursos Humanos, informa que a urgência do Hospital dos Servidores do Estado (HSE), passará atender, provisória e exclusivamente os casos suspeitos ou confirmados de COVID-19. A estratégia passa a valer a partir desta sexta-feira (08) e corresponde a uma importante medida do enfrentamento à pandemia.

Neste momento de adversidades e desafios, o Governo do Estado vem demonstrando cuidado e respeito com os servidores. “Esta ação otimizará o uso dos espaços físicos e capital humano do HSE, permitindo inclusive a abertura de novos leitos no HSE para o tratamento da COVID-19, e consequentemente dotando de maior efetividade o atendimento na referida unidade de saúde”, asseverou a secretária de Administração, Marília Lins.

Segundo o diretor geral do Hospital, Cláudio Duarte, “os pacientes que apresentem sintomas tais como tosse, febre, falta de ar, dor na garganta; vômitos, diarreia, moleza no corpo ou necessite de nova avaliação clínica de urgência relativa à Covid-19, receberão atendimento especializado no HSE”.

Para conforto e segurança dos servidores, os demais casos de urgência serão atendidos nas unidades credenciadas. São elas: Hospital Nossa Senhora Aparecida, localizado na avenida Rodolfo Aureliano, na Vila Torres Galvão, em Paulista, e no Hospital D'Ávila, que fica na avenida Visconde de Albuquerque, no bairro da Madalena, no Recife. “Em meio à pandemia, o Governo do Estado prioriza a segurança e o bem-estar dos seus colaboradores. Exemplo disso é o atendimento de urgência adulto que está sendo disponibilizado 24 horas em dois centros de saúde, por demanda espontânea, não necessitam de autorização prévia”, disparou o diretor presidente do IRH, Ruy Bezerra.

As medidas de atendimento de urgência COVID-19 no HSE e demais casos nas duas unidades credenciadas permanecem até o fim da situação de emergência ocasionada pela pandemia do novo coronavírus.