Notícias do Portal do Servidor

Notícia publicada em 16/12/2019 às 16:08

SEI atinge a marca de 1 milhão de processos

/image/journal/article?img_id=9359551&t=1576523601126

Sistema permite tramitação ágil, eficiente e sustentável

Depois de completar dois anos da publicação do Decreto 45.157 de 23/10/17, que define que o Sistema Eletrônico de Informações (SEI) passa a ser a ferramenta oficial de tramitação eletrônica de documentos do Estado de Pernambuco, o SEI alcança a marca de 1 milhão de processos cadastrados no sistema.

 

O SEI, que foi implantado pelo Governo Estado, com a coordenação da Secretaria de Administração (SAD) e gestão técnica da Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI), foi criado e cedido gratuitamente pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

 

A implantação do sistema foi possível, graças também, a criação de um Grupo de Trabalho de Documentos Eletrônicos – GT-DOC-e que acompanhou as atividades dando suporte a todo processo. O GT-DOC-e foi presidido pela SAD e composto pelos seguintes órgãos: ATI, CEPE, SCGE, PGE, Assessoria do Governo, Casa Civil, Arquivo Público, SEFAZ e SEPLAG.

 

Para a secretária de Administração, Marília Lins, desde que foi implantado o SEI agilizou o trâmite de processos entre os diversos órgãos estaduais, trazendo mais qualidade e eficiência ao Poder Executivo Estadual. “Nesses dois anos de uso, o sistema trouxe mais velocidade na tramitação dos processos, já que é feita de forma digital. Considero o SEI um projeto mais que oportuno”, avaliou.

 

De acordo com o secretário Executivo de Administração, Luís Eduardo Cavalcanti Antunes, a implantação do sistema foi resultado de um esforço de toda a Administração Pública Estadual. “Cada órgão se encarregou de implantar o SEI em sua estrutura. O empenho dos servidores foi fundamental para chegarmos a essa marca de 1 milhão de processos cadastrados no sistema”, disse.

 

Segundo estudos preliminares da Superintendência de Modernização Governamental da SAD, só no primeiro ano de implantação do sistema verificou-se uma grande economia de papel em branco, o que corresponderia a dizer que cerca de 5 mil árvores deixaram de ser cortadas. A estimativa é que até o final do ano esse número acresça ainda mais.

 

De acordo com o superintendente de Modernização Governamental do Estado, Ricardo Melo, para a implantação desse projeto houve um acordo de cooperação técnica a custo zero, com mão de obra 100% composta por servidores, além de toda a capacitação que foi realizada pelo CEFOSPE. “Tudo isso foi realizado sem gasto financeiro para o Governo”, avaliou.

 

Benefícios do SEI – O SEI promove a modernização da tramitação de documentos no Estado, através da adoção de ferramenta de documento digital que resultará na diminuição do fluxo de papel, melhoria da rastreabilidade dos documentos, garantia da integridade da informação, eliminação do uso de espaços físicos adicionais e custos inerentes à guarda de processos e economia de gastos com transporte de documentos, compra de papel e impressão departamental.